Notícia

Comitê inicia discussões para nova gestão da Represa Chapéu D’Uvas

O Comitê da Bacia Hidrográfica dos Afluentes Mineiros dos Rios Preto e Paraibuna realizou, no dia 07 de fevereiro, uma reunião com atores estratégicos para as discussões iniciais sobre a formação de um novo consórcio de gestão para a Represa Chapéu D’Uvas. Como um dos encaminhamentos, foi firmado o compromisso de assinar uma carta de intenção oficializando os interesses em integrar um consórcio público para a gestão compartilhada da represa. Além disso, foi estruturado um grupo de trabalho (GT), coordenado pelo Comitê e composto por nove representantes das entidades que compareceram à reunião.

O evento marcou o início formal de um processo de articulação assumido pelo CBH Preto e Paraibuna, por indicação da Companhia de Saneamento Municipal (CESAMA), de Juiz de Fora, a partir de problemas identificados em levantamento realizado com a parceria do Comitê. “Chapéu D’Uvas vem sofrendo com a ocupação desordenada em suas margens. Além de que, nos últimos anos, temos testemunhado o aumento exagerado de empreendimentos imobiliários” salientou Wilson Acácio, presidente do Comitê.

Um dos destaques positivos do encontro foi a participação de entidades consideradas estratégicas, inclusive, com a presença dos prefeitos de Ewbank da Câmara, José Maria Novato, e do prefeito de Antônio Carlos, Raimundo Nonato Marques. O evento contou ainda com representantes das prefeituras de Juiz de Fora e Santos Dumont, da diretoria CESAMA, pró-reitores e professores da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), do Comitê de Integração da Bacia Hidrográfica do Rio Paraíba do Sul (CEIVAP), da Agência da Bacia do Rio Paraíba do Sul (AGEVAP), da Polícia Militar do Meio Ambiente, do Instituto Estadual de Florestas (IEF), do Instituto Mineiro de Gestão das Águas (IGAM) e do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis (IBAMA). O evento foi realizado na Barragem Chapéu D’Uvas, no município de Ewbank da Câmara.